terça-feira, 15 de janeiro de 2008

Merlot X Cabernet sauvignon

São dois vinhos tintos bastante conhecidos aqui no Brasil. Outro dia vieram me perguntar: afinal, qual é o melhor, merlot ou cabernet sauvignon?

Seria quase o mesmo que perguntar: qual é o melhor, verde ou azul? Porque a resposta vai depender da sua preferência pessoal. A harmonização dos dois vinhos é bastante semelhante: carnes vermelhas, massas, aves, pratos de peixe com molhos fortes...

Tanto a uva Merlot quanto a Cabernet sauvignon são originárias da França, da região de Bordeaux. Um exemplo de vinho francês à base de Merlot é o Chateau Petrus, enquanto um exemplo famoso de Cabernet sauvignon francês é o Chateau Margaux.

O Merlot é frutado, com aromas de ameixa, de frutas vermelhas maduras que, com o tempo, evoluem para tabaco e madeira.

O Cabernet sauvignon lembra cassis, o pimentão... quando envelhecido, pode ter aromas mais complexos, como chocolate, cedro e tabaco.

A cabernet sauvignon é considerada a rainha das uvas tintas, pelo fato de ter se disseminado praticamente pelo mundo todo, graças à sua grande capacidade de adaptação e resistência a doenças, enquanto a uva merlot é mais difícil de ser cultivada.
O cabernet sauvignon deve envelhecer durante algum tempo para mostrar melhor suas qualidades. Quando jovem, este vinho possui excesso de taninos, o que o torna muito adstringente. Já o Merlot é um vinho mais aveludado, mais “redondo”, que não foi feito para envelhecer.

5 comentários:

Gourmandise disse...

Eu ainda não descobri de qual cepa gosto mais. Acho que igualmente das duas, cada uma na sua hora. E dependendo do local que é cultivada, muda tanto os aromas...
Noto de cada produtor "deixa a sua marca", taninos, mais sutis ou marcantes.
Já que você gosta de vinho, gostaria de participar da nossa (Gourmandise e Le Vin au Blog) harmonização virtual?
bjo,
Nina.

Fernando disse...

existe um viés ai... a premissa em dizer que merlot não se envelhece é uma generalização errada... vc mesmo falou de petrus, e este não é um vinho para se guardar?

Nádia Lamas disse...

Alguns merlot envelhecem bem. A maioria, entretanto, não precisa passar muito tempo em barrica. O petrus é totalmente excepcional!

fernandodesousa disse...

Excelente texto explicativo, coloquei um link no meu post (http://wp.me/p108ti-4i).

Nádia Lamas disse...

Que bom que vc gostou, Fernando, obrigada!