sexta-feira, 3 de outubro de 2008

Dois dias em Paris

Parece nome de filme, mas foi o tempo que encontramos para matar a saudade da capital francesa, que inicialmente não estava no roteiro.


Domingo, dia de feira... "mas nós viemos a Paris pra ir à feira?", reclamou Alexandre. "Feira é tudo igual!" Hummm, acho que não... onde já se viu feira igual a essa?





crustáceos vivos em tanques...









aves exóticas

embutidos diferentes

queijos, muitos queijos!



sal e flor de sal de cores e sabores variados





comida pronta...

massas frescas

uma padaria ao ar livre...

oliveiras em vasos...

... assim como todo o tipo de ervas.









echalotes verdadeiras!





Depois fomos ao Instituto do Mundo Árabe, de onde se tem uma linda vista da cidade



E rumamos para a Ile de St. Louis, onde se toma o melhor sorvete do mundo



o de caramelo salgado é imbatível

a Ile de St. Louis é o paraíso dos gourmets, com lojas incríveis...



vende até pratos prontos preparados pelos maiores chefs do mundo

macarons...

... eclairs...

... e mais macarons

Nas lojas de design, adorei esses copos...

... e essa colher-aviãozinho

Muitas floriculturas na elegante Ile St. Louis...







Valrhona, um dos melhores do mundo - já deu pra ver que tudo aqui é superlativo, né?

chá de baunilha, uma paixão

crepe de massa escura (com trigo sarraceno, o "blé noir")

dali para o Marais, que tava "bombando" com sua feira de antiguidades

as novas bicicletas para transporte público são LINDAS!

ainda no Marais...

... muitas lojas de doces judaicos...

... supervisionadas pelo rabino para obter o certificado "kosher"

Esta multidão desordenada é a fila que se forma nesta loja de falafel... na mesma rua existem várias outras, quase todas com fila, mas esta é demais... dizem que o Lenny Kravitz vem sempre aqui...

depois de quase meia hora de espera...

Oba, tá chegando a nossa vez!





lojas de frutas em Paris



perto dali, a Place des Vosges

músicos tocam jazz nas ruas...

mas ainda tínhamos muito o que fazer (e comer!) em Paris... como uma visita à Angelina, casa de chá que merece ser sempre revisitada





Fim de tarde, hora de uma caminhada... escolhemos o Promenade Plantée, passarela suspensa construída no lugar de uma antiga linha de trem



tem até laguinho no Promenade...

Segunda-feira, café da manhã do Villa Fenelon, nosso cantinho em Paris

Jardim onde é servido o café

Fomos visitar esta loja na Rive Gauche... é outro sonho de consumo gourmet, com produtos do mundo todo. Mal tirei esta foto pelo lado de fora, uma senhorinha lá dentro foi logo avisando que as fotos ali são proibidas...

Fingi não entender, disfarcei e insisti numa segunda foto... então, um funcionário me chamou a atenção e tive que parar mesmo. Pena, pois a loja é incrível

Casquinha crocante e massa de amêndoas que derrete na boca: é o macaron

Para o almoço, tínhamos reserva neste restaurante...



... que só serve suflês. De salmão (com um filé de salmão inteiro dentro)...

... de alcachofra (com uma alcachofra inteira dentro)...

... frango ao estragão, salada e suflê de cogumelos

... molho de javali e massa.

Pra encerrar, suflê de framboesa...

... e de Grand Marnier,

que você rega com o próprio licor.

Visita à Galerie Lafayette para comprinhas básicas e é hora de voltar pro Brasil...

5 comentários:

Tamy disse...

sem palavras.... quero ir para Paris agora!!!!!



beijos

Nádia Lamas disse...

Como diz uma amiga minha, todo mundo já devia nascer com uma passagem pra Paris incluída! beijos pra você também, Tamy!

Romaine Carelli disse...

Desistir?
Jamais
É que estou numa fase dificil.
Pede pra Flávia te contar.
Beijos

Vitor Hugo disse...

Só uma coisa: nadei na inveja! T_T Também quero, hahahaha :D

Nádia Lamas disse...

Vitor, é um privilégio mesmo... pra quem gosta de cozinhar e/ou de comer, então, é o máximo! Bjs