terça-feira, 4 de novembro de 2008

Bacalhau espiritual

No meu Natal, ele não pode faltar... e no Ano Novo, na Páscoa... logo eu, que nem sou muito de bacalhau. Há quem diga que este prato português lembra casquinha de siri, já que é uma espécie de bolo ou suflê. O fato é que arranca suspiros, daí o nome... e rende, rende muito, o que o torna ideal para tempos de crise:

500g de bacalhau dessalgado, aferventado e desfiado
1 litro de leite
6 gemas
200g creme de leite
2 dentes de alho socados
6 colheres (sopa) de farinha de trigo
2 cenouras grandes raladas cruas
2 cebolas grandes raladas
100 g de manteiga
4 colheres (sopa) de azeite
1 xícara de queijo parmesão ralado
2 colheres (sopa) de cheiro verde picadinho
noz-moscada ralada
sal e pimenta-do-reino
Doure o alho e a cebola em 50g de manteiga com o azeite, junte a cenoura ligeiramente ralada, refogue bem, adicione o bacalhau e torne a refogar por alguns minutos.
Doure a farinha de trigo em 50g de manteiga e sempre mexendo acrescente, aos poucos, três quartos de litro de leite. Mexa sem parar em fogo brando até obter creme grosso e cozido.
Feito isso, afaste a panela do fogo e adicione as gemas desfeitas no restante do leite .Misture bem e torne a levar ao fogo. Tempere com sal e retire do fogo assim que o creme começar a ferver. Misture o creme com o bacalhau e mantenha a panela no fogo baixo.
Sempre mexendo, vá adicionando o creme de leite, o queijo ralado e o cheiro verde. Tempere com noz-moscada e pimenta a gosto.Retire do fogo e deite em um pirex grande e fundo. Se quiser, salpique queijo ralado, biscoitos (tipo cream cracker) picados ou moídos e azeitonas. Leve ao forno quente por uns 20 minutos.



Um comentário:

Eli receitas disse...

Receita deliciosa que não pode faltar no Natal, ótima receita.
Abraços