quinta-feira, 4 de junho de 2009

Votação

Chegou a hora de votar nas respostas enviadas para decidir quem vai ficar com o livro. O período de votação vai até quinta-feira da semana que vem, e o nome do vencedor será divulgado na sexta-feira, dia 12 de junho. Em nome da transparência, não vale voto anônimo. Participe!

Você tem fome de quê?

No. 1:
“Eu tenho fome dos molhos que eu faço... do guisso e do guisadinho da minha avó paterna. Mas o que eu sinto mais fome é quando eu viajo e fico longe das minhas próprias panelas... eu amo a minha comida. Aquela inventada, que eu reinvento todos os dias. Meus sabores apimentados ou leves como pluma... eu tenho fome da minha criação!”

No. 2:
“Eu tenho fome de saber!”

No. 3:
“Eu tenho fome de tudo, mas em relação à comida sou das coisas mais simples possíveis. Viveria só de pão, frios, frutas, queijos e chocolate!”

No. 4:
“Tenho fome do meu tempo de criança, ser bajulado pela avó com todas aquelas delicias que ela fazia para mim.”

No. 5:
“N ádia amiga, sou seu leitor, anônimo e silencioso
A mo livros, adoro a boa mesa e gosto de acrósticos
D epois de ler sobre seu Concurso Cultural
I niciei logo a redigir minha participação
A qui vão 5 frases em 5 idiomas... servirão?

F amélico estou... desejo que me dá pavor
O utrora meu coração foi tomado pela dor
M as novamente... me consome o interior
E ssa ânsia voraz... essa fome de amor!

F ame della tua bocca, tua voce
A ffamato del tuo riso, tua pelle
M angiare la tua bellezza palida
E proprio questa... la mia fame!

H unger for soul's nourishment
U ndefined, insatiable feeling
N eedless is to say, how
G ood and rejoiceful is the
E motion when someone find a
R eal food for the feelings

H ombre con hambre incontenible
A lgo que sacie este deseo
M ujer con hambre insaciable
B uscan lo mismo placer
R eto que os traga el interior
E s hombre y hembra con hambre

F aim de joies, faim d'un peu de bonheur
A h... mon Dieu, espérer jusqu'à quand?
I nfini est mon désir et espérance, mais je
M eurs de jours en jours de faim... d'amour!»

20 comentários:

Anônimo disse...

M eu voto vai para a frase
E m que transparece
U m milhão de recordações.

V otar em mim mesmo... que péssimo!
O ra... a frase 4 bem poderia ser:
T enho fome do saudoso passado que
O tempo não apagará jamais!

Nicolai

Anônimo disse...

Tenho fome de saber
Kátia Borges

Magia na Cozinha disse...

Voto no nº2.
Bjs :)

Anônimo disse...

Número 5.

Anônimo disse...

nossa que lindo esse post ... que homenagem merecida. Beijocas. DMOT.
Será que fui eu quem respondeu "Fome de saber?" DMOT

dmot disse...

Fome de Saber ...

suzana disse...

Voto na numero 2: "Fome de SAber", pois conhecendo a autora sei que é uma frase verdadeira, que vem de uma pessoa que já sabe muito, mas nao se cansa de saber mais e mais!

Eduardo.E. disse...

Voto na numero 5, impressionante a criatividade!

Rangel disse...

Voto na numero 5

http://planetadosalimentos.blogspot.com/

Anônimo disse...

Voto na nº02. Simples, direta. E quanta verdade, né!!! Se mais pessoas pensassem assim, não estaríamos afundados nessa lama de indignação com nossa política, com nossas escolas públicas, com nossos médicos, com a nossa mídia... Falta de conhecimento é o mal do século, e fechar os olhos para isso é o mal da humanidade. Denise, parabéns. Mesmo que isso não renda nenhum prêmio - seu maior prêmio é fazer a diferença nesse mundo. beijocas

Carolittle

Daisy Lima disse...

Claro que voto na numero 5!
Alias qual é o endereço do Blog dele, gostaria de visitar.
Uma pessoa com este dote poético, que sabe 5 idiomas, que se interessa por culinária e tem fome de amor... deve ser uma pessoa interessante.
Quero conhecer ;-)

Nádia Lamas disse...

Humm, estou vendo que duas respostas despontam como favoritas. Espero que desempatem até o final da votação, ou eu vou ficar numa saia justa, pois só tenho um livro...

Daisy, o autor da no. 5 é misterioso: não deu endereço do blog e assina como Nicolai, mas acho que esse não é seu nome verdadeiro...

bjs

Anônimo disse...

Des milliers d'hommes ont faim

Meurent de faim

Et vont se pendre au long de leurs infinis désespoirs ,

Faim d'amour ,

Faim d'un monde meilleur

Sans guerres ,

Sans haines ,

Sans murailles...



Des milliers d'hommes ont faim ,

Meurent de faim ,

Et vont noyer d'alcool leurs peines infinies ,

Faim de joies ,

Faim d'un peu de bonheur ,

Scintillant ,

Clignotant ,

Si loin , derrière les étoiles...



Et vous , mon Dieu ,

Jusques à quand ?

1963

Semper Fidelis,



E QUALQUER SEMELHANÇA É MERA COICIDÊNCIA, NÉ...

por isso meu voto vai definitivamente para nº02, afinal de contas - pelo que podemos constatar - o misterioso Nicolai também tem "fome de saber"...


Melissa

Anônimo disse...

M elhor saber ou é melhor amar?
E is uma questão que há séculos
L uta por encontrar uma resposta e
I nspira poetas e romancistas
S aber, conhecer toda a ciência, ou
S ucumbir ao fogo que arde sem se ver
A h! Quão benfazejo é... SABER AMAR!

Anônimo disse...

Até para amar, precisamos do saber. O que seriam as belas palavras que expressam o amor, se não as conhecessemos?????

Analu disse...

Meu voto vai para o número cinco achei bem original. Meu nome é Analucia Rocha.

Anônimo disse...

Difícil escolha entre a clareza,simplicidade e objetividade do n.2 e a ciatividade, originalidade e erudição do n.5.Mas...por uma questão de identificação, opto pelo n.5.
Parabéns a Nádia pela iniciativa do concurso.
Alexandre Guedes

Anônimo disse...

Veja o que você postou no dia 21 de maio de 2008

ANDREIA disse...

VOTO NO NUMERO 2. NA MAMÃE.

Veroka disse...

Voto na nr. 2