quarta-feira, 4 de novembro de 2009

Almoço na Cheesecake Factory - olha quem apareceu





Esta é uma combinação de dois pratos da casa: carne de gado Wagyu (que eu estava supercuriosa pra experimentar) com molho de cogumelos, camarões com um molho francês de alho e limão. No meio, purê de batata. Simplesmente divino.



penne com molho de frango e cogumelos.



Na sobremesa, experimentamos o cheesecake na versão baunilha.






Domingo, 18/10, acontece a Maratona Feminina de São Francisco, e esta tenda dos patrocinadores está montada no meio da praça


Num lugar com tanta tecnologia de ponta, é divertido ver o bondinho ser manobrado de modo braçal...












Na manhã seguinte estávamos novamente na nossa padaria preferida, abrindo com cidra de maçã morna o dia...


... que ainda nem tinha clareado.



O passeio foi a Alcatraz, antigo presídio de segurança máxima desativado. Não é o tipo de lugar que eu visitaria se fosse sozinha, mas...


posto de observação da ilha






Alguns visitantes tiram fotos atrás das grades e fazem brincadeiras que acho de um certo mau gosto.




Alguns dos prisioneiros famosos


Mostrar a cidade distante a quem está preso é a crueldade humana elevada à potência máxima.






Houve poucas fugas, e nunca se soube de ninguém que tivesse sobrevivido.


De volta...


... a ilha é só uma imagem distante.




Desde que comi os canelés, tenho procurado as formas para comprar. Ninguém tem: nem Williams-Sonoma, nem Crate & Barrel... Como já esperava por isso, trouxe o endereço da Cookin'. Fica num bairro afastado. Chegando lá, me deparo com essa bagunça (esperava uma loja impecável e sofisticada). Desanimada, pergunto pra dona, uma senhora que ouve música clássica ao lado do cachorro. Pra minha surpresa, ela tem formas de canelés de cobre, antiaderentes, de todos os tipos!


Os maiores chefs de São Francisco vêm aqui... a dona viaja pelo mundo e tem tudo o que você imaginar.






Almoço na Cheesecake Factory... desta vez pedimos hambúrguer de carne Wagyu.






Brownie de chocolate Godiva.


O teatro em frente ao hotel encenava "Rent", e tinha fila desde bem cedinho - pra comprar ingressos - até altas horas - pra pegar autógrafos no fim do espetáculo. Gostávamos de ver os modelitos, pois havia de tudo: gente de bermuda e chinelo, gente em traje de noite. Viva a diversidade! Bem São Francisco...


Dentro da tenda dos patrocinadores da maratona, rola a maior boca livre: você toma smoothies...


... e até faz as unhas.


Ainda pode criar alguma bebida, fazendo misturas.


Lembra da parede com os nomes dos maratonistas em Chicago? É a mesma coisa...

... só que rosinha.


Francis Ford Coppola, além de filmes, também faz vinhos...


... mas eu prefiro os de Robert Mondavi, 2 dólares no mercadinho da esquina.


Não se faz duas vezes a mesma viagem... São Francisco mudou, eu mudei - mas, vinte anos e tantas cidades depois, ela continua a exercer sobre mim o mesmo encanto. A despedida é difícil... porque há muitos, muitos anos, eu deixei meu coração em São Francisco

6 comentários:

Katita disse...

Adorrrrrrrreeeeeeeeeeeeeeeiiiiii!!!
Tudo: as comidinhas, as fachadas, as livrarias, a Cheesecake Factory,
a pet shop,"Alcatraz - a fuga impossível", o Museu de Arte Moderna - "ai que vontade de passar a mão também" ...
Parabéns pelas fotos !
Obrigada pelas emoções !
Beijocas

Katita disse...

Excuse-moi,
I will leave my heart in San Francisco... one day in my life.
Kisses

Magia na Cozinha disse...

Nadia muito legal a sua viagem à San Francisco. Infelizmente ainda não conheço, mas viajei nas fotos.
Nós temos um Cheesecake Factory aqui perto e é muito bom, mas como vc falou, sempre tem fila. Mas vale a pena!
Bjs :)

Nádia Lamas disse...

Meninas, dividir as fotos com vocês é reviver as emoções. Fico feliz de poder dar uma ideia do que é São Francisco, e torço pra que todas a visitem um dia... tenho certeza que vão amar.

Claudia, o Cheesecake Factory é bom e tem preços bons também, acho que por isso tá sempre cheio!

Eduardo disse...

Nádia, fiquei com muita vontade de conhecer São Francisco. Você descreveu a cidade como alguém realmente muito apaixonada pelo lugar. E realmente, deve ser difícil não gostar, com toda essa diversidade!
Parabéns pelo post!

Beijo!

Nádia Lamas disse...

Verdade, Eduardo, essa cidade mexe demais comigo... beijos!