quarta-feira, 4 de novembro de 2009

estamos perto do bairro hippie...


... decidimos experimentar o Rosamunde Sausage Grill, estabelecimento minúsculo onde você se espreme num balcão pra comer linguiças de javali e pato defumado, entre outras...


... acompanhadas de uma saladinha de batata sem igual.


A parede é pequena para tantas indicações.


Avançando num território cada vez mais hippie, chegamos a Haight-Ashbury com a sensação de que os anos 60 não terminaram...



parece que a qualquer momento vai tocar: "If you´re going to San Francisco/be sure to wear/some flowers in your hair"...



Os moradores conseguiram permissão para pintar as casas vitorianas em cores vivas



































tem muita gente vegetariana por aqui...





muitos parques e áreas verdes











é grande a obsessão por alimentos frescos e orgânicos

















músicos nas ruas







um charmoso Bed & Breakfast

A caminhada leva ao bairro vizinho, e a bandeira com o arco-íris não deixa dúvida:


estamos no Castro, bairro "gay" de São Francisco. Casais de lésbicas e todas as variações homossexuais possíveis trocam carinhos abertamente pelas ruas.




Casais "gays" não têm filhos, e nem todos estão dispostos a adotar...


... alguns parecem preferir os cães. Esta loja é só deles.



com direito a bolo de aniversário e tudo!






linda esta van que vendia cupcakes...






o de chocolate com flor de sal era ótimo!





é um bairro de alto poder aquisitivo


homenagem ao primeiro líder gay da História


se fosse definir São Francisco numa palavra, seria "extroversão". Repara só no sujeito à esquerda...


Saindo do Castro, uma passada rápida pelo memorial Martin Luther King

5 comentários:

Katita disse...

Só faltou o "Modelito" colocar a "mão no bolso".
Beijocas

Nádia Lamas disse...

na frente ele tinha um tipo de camisinha também preta (pra combinar com a tirinha da cintura e aquela outra enfiada você sabe onde) envolvendo o essencial, e nada mais. Detalhe: o cara devia ter uns 60 anos... Enquanto isso, aqui no Brasil o pessoal tenta agredir uma menina que vai à aula de saia curta... bjs

Anônimo disse...

Eu aqui, menina, que agora sonha com São Francisco! Puxa vida, a versão SF por Nádia Lamas esta fabulosa. Toda sua essencia e sensibilidade reveladas. Eu amei cada minuto! Volto aqui toda hora para descobrir mais um pouquinho! Bjs! Adoro você e adoro suas viagens! Obrigada pela generosidade de compartilhar conosco tanta beleza! DMOT

Anônimo disse...

Eu aqui, menina, que agora sonha com São Francisco! Puxa vida, a versão SF por Nádia Lamas esta fabulosa. Toda sua essencia e sensibilidade reveladas. Eu amei cada minuto! Volto aqui toda hora para descobrir mais um pouquinho! Bjs! Adoro você e adoro suas viagens! Obrigada pela generosidade de compartilhar conosco tanta beleza! DMOT

Nádia Lamas disse...

Obrigada, Denise! Tenho o maior carinho por vocês... beijos