quinta-feira, 9 de abril de 2009

Feijão X Chagas

"São demais os perigos desta vida", já dizia o poeta Vinícius. Até o feijão andou sendo acusado de transmitir doença de Chagas. Segundo denúncias que circulam pela rede, toda a colheita entregue por uma cooperativa de plantadores de feijão estaria infestada pelo protozoário Trypanosoma cruzi, causador da doença, e dezenas de pessoas, principalmente nos estados de São Paulo, Goiás e Minas, teriam sido contaminadas através da ingestão de diferentes tipos de feijão.

De acordo com as denúncias, infectologistas recomendavam a troca temporária do feijão por canjica ou grão-de-bico (imunes ao protozoário) ou se usasse dendê ou vinagre de maçã no feijão de molho.


Denúncias apontavam este inseto como ninfa do "barbeiro", inseto vetor da doença de Chagas. O fato, entretanto, foi desmentido por mais de uma pessoa.

os feijões supostamente contaminados

A transmissão de Chagas por meio de alimentos é possível: houve um caso em 2005, em Santa Catarina, pela ingestão de caldo-de-cana, outro em 2007, quando houve contaminação do açaí na região Norte (os insetos caíam nos cestos e eram processados junto com as frutas). Entretanto, no caso do feijão é difícil: parece que o protozoário não suporta temperaturas acima de 45 graus, e a tal cooperativa mencionada no texto é completamente desconhecida... enfim, mais uma lenda urbana que anda pela internet.

16 comentários:

Romaine Carelli disse...

Nádia ouvi dizer que na Cadeg tem.

Ana Gabriela disse...

Nádia...em que site você viu essa notícia???

Nádia Lamas disse...

Ana, eu vi em vários sites, inclusive alguns de agricultura e jornais. Também vi muito coisa sobre contaminação do açaí e do caldo-de-cana... de arrepiar, né?

Taís Vinha disse...

Ué, mas não ferve? E o bicho vive depois de tanto tempo cozinhando na panela de pressão?

Nádia Lamas disse...

Taís, encontrei um trabalho muito interessante que diz o seguinte:

"Resfriamento ou congelamento de alimentos não previne
a transmissão oral pelo T. cruzi , mas a cocção acima de
45ºC, a pasteurização e a liofilização o faz"

Então você está certa... pode ser também que a tal denúncia seja mentira, visando abalar a reputação da cooperativa de plantadores. Se bem que, mesmo morto, não é nada agradável ingerir um bichinho desses...

Se quiser ler o trabalho completo sobre contaminação por via oral, o site é www.scielo.br/pdf/rsbmt/v39n4/a10v39n4.pdf

Nádia Lamas disse...

Outra coisa que achei estranha é o dendê como agente de prevenção, vinagre ainda tem o pH ácido (mas por que de maçã?), dendê nunca tinha ouvido falar...

Kirazon disse...

Cara Nádia, acredito que a mensagem se trata de mais um SPAM feito para criar comoção entre os internautas. Recebi um e-mail contendo a mensagem e as fotos divulgadas aqui. Lembre-se que a transmissão por via de alimentos aconteceu pois os alimentos foram TRITURADOS para serem depois ingeridos. Resumindo, moeu a cana E o bixinho foi junto, levando o protozoário pro caldo. Nada legal né? resumindo bem, além das credenciais altamente duvidosas (COOVENF e UNIUPS-GO - achou algo sobre elas?). Detalhe também para a foto do feijão... oco... e furado... resumindo... mais um viral totalmente desconexo.
Desculpe se pareci rude com isso, mas gostaria de tentar ajudar a esclarecer qualquer mal-entendido >___>b

Nádia Lamas disse...

Kirazon, nada rude, pelo contrário, acho que vc tem razão. Não achei nada sobre a COOVENF nem sobre a tal universidade que fez a pesquisa. Quanto ao feijão oco, achei que o inseto pudesse furá-lo em alguma etapa do desenvolvimento (a gente não encontra larvas em furos do feijão?). Abs,

fpioker disse...

Pessoal, a notícia é falsa, com certeza. Primeiro, o bicho da foto é um besouro, não um barbeiro. Segundo, barbeiros se alimentam de sangue, não furam feijão. Se fosse possível alguém se contaminar pelo feijão, teria que comer os barbeiros, e o feijão cru, pois o cozimento já mataria a ambos (barbeiro e trianossoma). Como o colega bem disse, os casos de contaminação através da ingestão só se deu com o caldo de cana, pela trituração dos barbeiros. Vale lembrar que o tripanosoma não sobrevive ao suco gástrico, as pessoas que ingeriram o caldo de cana se contaminaram provavelmente através da mucosa oral.
Abraços

Mirela disse...

OLá pessoal....realmente essa reportagem é MENTIRA..... o inseto que está na foto é um Coleoptera que se alimente e reprodução em grãos de feijão e não se alimentam de sangue como o Barbeiro.
Trabalho com esse tipo de inseto e posso garantir que não há mal nenhum quanto a presença deles. O que eles promovem é uma redução na qualidade do grãos.

Anônimo disse...

Obrigado pelo esclarecimento, Mirela, sobre o assunto ChagasXFeijão. A mensagem está dando voltas há algum tempo e eu a recebí hoje. Como regra, não repasso nada que possa causar alarme sem verificar antes. Foi tentanto achar alguma notícia a respeito que cheguei a este blog. Sds.,
RMaidla

Nádia Lamas disse...

Obrigada a todos os que ajudaram a desmentir a "notícia"...

Sophi Mirelle disse...

Nadia gostaria de parabeniza-la pelo post, quando vi este e-mail senti vontade de rir, pois, qualquer estudante de biologia, pode desmentir esta bobagem. Pois o Bicho Barbeiro, possui caracteristicas fisicas diferentes do besouro mostrado na foto, apesar de haver estes casos da cana de acucar e do acai, eh sempre bom lembrar que estes alimentos sao engeridos crus, ja o feijao mesmo que estivesse contaminado eh geralmente cozindo em panela de pressao que chega a 100 graus celcius, o que certamente mataria o protozoario, o e-mail fala ainda para que se deixe o feijao de molho em vinagre outra balela, pois o vinagre ou agua sanitaria e usado geralmente para deixar os alimentos mais vistosos ou inutilizar algumas bacterias sensiveis. Alem disso se fosse verdade o homem que aparece na foto nao estaria manuzeando o feijao sem luvas, avental, etc. Esta eh minha opiniao.

Nádia Lamas disse...

Sophi, o pior é que até hoje, mais de um ano depois, ainda recebo esse mesmo e-mail com essas fotos e o texto ameaçador... o que significa que ainda tem gente séria achando que é verdade e passando a "notícia" adiante. Obrigada pelo esclarecimento.

Pedro Menchik disse...

É apenas um mito. Veja mais em: http://alimentandoadiscussao.wordpress.com/2013/04/08/feijao-com-doenca-de-chagas/

Nádia Lamas disse...

Obrigada, Pedro! agora a gente sabe, mas este post foi escrito há quase 6 anos.